Login  Recuperar
Password
  15 de Novembro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas da Rainha, Global, Educação
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Junta de freguesia preocupada

Aumenta número de crianças e jovens sem alimentação em idade escolar

A secretária da mesa da assembleia de freguesia de Nossa Senhora do Pópulo está preocupada com o aumento de crianças e jovens sem alimentação em idade escolar.

03-05-2012 | Carlos Barroso

Luísa Barbosa, secretária da mesa da assembleia de freguesia/Foto Carlos Barroso
[+] Fotos
Luísa Barbosa, secretária da mesa da assembleia de freguesia/Foto Carlos Barroso

Luísa Barbosa, eleita pelo PS, sugeriu que o executivo liderado por Vasco Oliveira, do PSD, apoie mais as crianças da freguesia durante as férias do que dê apoio à revisão da carrinha que é emprestada às coletividades, cujos arranjos ficam a cargo da junta.

“Muitas crianças não tomam o pequeno almoço quando vão para a escola. Sei que não é função da junta, mas deveria virar a ajuda para as crianças e jovens durante as férias e dar ajuda alimentar nesse período em vez de gastar dinheiro no desgaste dos carros emprestados às coletividades”, declarou a autarca.

Luísa Barbosa disse também que “é fundamental ajudar as crianças e jovens, porque estão a aparecer casos de pobreza envergonhada”. 

Delfina Clemente, tesoureira da junta, explicou que essas crianças já são apoiadas pelos serviços sociais escolares. 

“É um dos assuntos que tem sido debatido nas escolas. Todos os dias os professores identificam aqueles que precisam de comer e as escolas estão atentas. Nas férias, haverá crianças que passam fome e na rede social já estão a trabalhar nesse sentido porque já foram identificados esses casos”, frisou.

A tesoureira e simultaneamente representante da junta nas escolas adiantou também que a rede social está igualmente atenta à habitação e envelhecimento da população. 

“São problemas sérios com os idosos que não têm familiares que os apoiam. Temos sinalizados idosos isolados e que precisam de apoio domiciliário. E depois temos recebido contatos, porque todos os dias há idosos que recebem alta médica e não têm onde ficar. Estamos a trabalhar nos centros de noite para apoios a idosos que passam a dormir nas IPSS que se candidatarem”, referiu.

Vasco Oliveira lembrou que a junta sempre ajudou a população carenciada, estando já em mente iniciar-se um projeto de apoio mensal com cabazes.

“Queremos esticar o orçamento, para distribuir géneros alimentares na junta. Queremos fazer um protocolo com as cadeias alimentares para distribuir alimentos às pessoas todos os meses”, afirmou.

Luísa Barbosa voltou a reforçar que é importante fazer um levantamento da população nessas circunstâncias, uma vez que existem muitas pessoas que necessitam de ajuda, mas por vergonha não estão ainda a pedir ajuda. 

Maria de Fátima Gomes, do PSD, disponibilizou-se para formar e ajudar a população que não sabe cozinhar.

“As pessoas não se sabem orientar quando recebem comida. Pergunto se há alguém que os ensine a cozinhar e a verificar o uso da comida. Eu disponibilizo-me para ajudar as pessoas a cozinharem”, manifestou.

Estas preocupações foram faladas durante a assembleia de freguesia que aprovou o relatório de atividades e onde se ficou a saber que a eleita pelo PS, Maria Conceição Carvalho, não gosta muito da ideia de junta ter consultas gratuitas de reumatologia.

“A junta deveria pressionar para termos a valência no nosso hospital, porque pode-se abrir um precedente com este episódio. Isto pode ser mau. O papel da junta não é substituir-se ao Serviço Nacional de Saúde”, sustentou.

Vasco Oliveira não concordou com o ponto de vista da eleita do PS, referindo que a médica que por acaso era a que estava no hospital termal e que saiu para o privado, se ofereceu à junta para dar consultas gratuitas à população idosa e carenciada.

O presidente da junta durante a explicação do relatório de atividades deu a conhecer a intenção de renegociar com a câmara o preço por quilómetro cobrado no transporte escolar, uma vez que o preço continua o mesmo e o gasóleo tem vindo a aumentar, logo a despesa não está a ser compensada. 

“Espero que o senhor presidente da câmara seja sensível a este problema. Todos os dias o gasóleo aumenta e já não conseguimos suportar este custo. Estamos a sentir na pele os custos dos aumentos”, sublinhou.

De igual forma e pedindo contenção aos responsáveis das escolas, Vasco Oliveira lembra que a junta tem pago as contas de telefone das escolas e jardins de infância da freguesia.

“É muito dinheiro todos os meses. Está a sair caro, mas temos de cortar e conter despesas. Teremos de pedir ajuda também à câmara”, indicou.

O autarca deu também a conhecer que a colocação de cinzeiros e papeleiras teve uma boa aceitação por parte da população, estando já a pensar em adquirir mais mobiliário deste género. De igual forma mostrou-se agradado com a recetividade na entrega de 60 mil sacos para o lixo doméstico e no apoio que tem dado às coletividades.

Sobre este último ponto, Maria Conceição Carvalho aconselhou o executivo a elaborar um regulamento para serem atribuídos subsídios às coletividades da freguesia, “para que seja um processo mais aberto e transparente”.

No final da sessão ficou agendada para data a anunciar uma assembleia de freguesia com vista a debater e tomar posição quanto à reorganização administrativa.

COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar