Login  Recuperar
Password
  30 de Novembro de 2021
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Desporto, Regional
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Bodyboard e Surf em destaque no Rip Curl Peniche

Peniche recebeu nos dias 19 e 20 de setembro a 1ª etapa de Bodyboard e a 2ª etapa de Surf do circuito Rip Curl Peniche 2015 powered by Montepio, inserido no circuito do Peniche Surfing Clube. Depois de previsto para os Supertubos, as previsões mudaram e a organização decidiu avançar na praia da Tupatur, no Baleal, mostrando o porquê da Peniche ser a Capital da Onda e de ter condições únicas para os desportos aquáticos, nomeadamente de surfing.

29-09-2015 |

 2ª etapa de Surf do circuito Rip Curl Peniche 2015 (foto Alberto Carvalho)
2ª etapa de Surf do circuito Rip Curl Peniche 2015 (foto Alberto Carvalho)
Em bodyboard feminino Mariana Machado superiorizou-se à concorrência, tendo Stephanie Hirsch, Catarina Lino, Catarina Machado e a estreante Lídia Nascimento obtido as classificações seguintes.
Já no Bodyboard Sub 18 os jovens talentos mostraram continuidade garantida para o bodyboard penicheiro.
Afonso Silva, que dominou desde as fases iniciais, garantiu o primeiro lugar, com Tomás Granada em segundo, Bernardo Tormenta em terceiro, Santiago Carvalho em quarto e Diogo Nobre em quinto lugar.
Na categoria rainha do Bodyboard a expetativa era muita, pois estavam frente a frente alguns dos melhores bodyboarders nacionais.
Depois de uma luta acesa desde as fases iniciais, Silvano Lourenço levou a melhor sobre Hélio “Laranja” Conde, o seu irmão William Lourenço, em terceiro, e Rodolfo Pinto em quarto.
Em Surf as revelações aconteceram nos escalões mais jovens. Matias Canhoto, de apenas 8 anos, esteve presente em três finais, e venceu duas delas.
Nas meninas, as mais jovens dominaram a final. Rita Jorge, de15 anos, destacou-se e venceu. Carolina Santos, de 13 anos, foi segunda, Camila Costa, de 14, terceira e as experientes Sofia Oliveira e Inês Sousa ficaram em quarto e quinto lugar, respetivamente.
Em Sub 12 Matias Canhoto levou a melhor sobre João Pacheco e venceu esta categoria.
Os dois surfistas haveriam de se encontrar novamente na final de sub 14, que Matias ganhou, com o jovem Rodrigo Oliveira em segundo, Carolina Santos em terceiro, João Pacheco em quarto e Francisco “Ribas” Ribeiro em quinto.
No escalão de Sub 16, Camila Costa superiorizou-se à concorrência masculina e venceu face a Rui Cruz em segundo, Rodrigo Oliveira em terceiro e para fechar o pódio Matias Canhoto.
Em surf open a luta foi muito intensa, tendo o campeão do circuito de 2014, Pedro “Kid” Santos ficado nas meias finais.
Tiago Santos dominou e levou de vencida o argentino Ladislao Martinez, que participou recentemente num qualifying da world surfing league em Pantin, Dionísio “Nica” Rosário e o açoriano Manuel Morgado, segundo, terceiro e quarto lugares, respetivamente.
A próxima etapa será em novembro, após o Moche Rip Curl Pro que se realizará nos Supertubos, Peniche.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar