Login  Recuperar
Password
  22 de Novembro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Sociedade, Caldas da Rainha, Educação
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Comandante quer médico em permanência na Escola de Sargentos

A inexistência de um oficial médico permanente na Escola de Sargentos do Exército (ESE), nas Caldas da Rainha, leva a que os militares em formação tenham de recorrer sistematicamente ao hospital local, aumentando as despesas com o pessoal, o que podia ser evitado se alguém fosse destacado para executar essas funções, revelou na passada sexta-feira o comandante da unidade, coronel Barros Duarte.

21-11-2012 | Francisco Gomes

cerimónia incluiu a entrega de diplomas e prémios aos alunos
[+] Fotos
cerimónia incluiu a entrega de diplomas e prémios aos alunos
A inexistência de um oficial médico permanente na Escola de Sargentos do Exército (ESE), nas Caldas da Rainha, leva a que os militares em formação tenham de recorrer sistematicamente ao hospital local, aumentando as despesas com o pessoal, o que podia ser evitado se alguém fosse destacado para executar essas funções, revelou na passada sexta-feira o comandante da unidade, coronel Barros Duarte.
Falando na presença do Chefe de Estado-Maior do Exército, general Pina Monteiro, na cerimónia de abertura solene do ano letivo 2012/2013, que decorreu no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha, o responsável da ESE afirmou que “a não existência em permanência de um oficial médico de modo a fazer face às exigências, nomeadamente no que diz respeito à instrução militar do curso de formação de sargentos (CFS), traduz-se em recorrentes idas ao Hospital das Caldas da Rainha, com os inerentes custos financeiros associados.
De acordo com Barros Duarte, as despesas “poderiam em muitos casos ser evitadas caso tivéssemos em permanência o tal oficial médico para realizar uma correta triagem dos casos clínicos diariamente presentes na enfermaria”.
Atualmente decorre na ESE o 41º CFS e o 2º Estágio Técnico Militar, no total de 76 instruendos alunos, que foram selecionados num universo de 814 candidatos, oriundos dos três ramos das Forças Armadas.
O segundo ano do 42º CFS decorre nas diversas escolas práticas com 126 alunos, resultantes de uma taxa de sucesso no primeiro ano de 99 por cento.
Foram ministrados o 1º curso de promoção a sargento-ajudante (CPSA) de 2012 frequentado por 73 primeiros-sargentos e o 23º e 24º curso de promoção a sargento-chefe (CPSC), os quais foram frequentados por 95 e 70 sargentos-ajudantes, respetivamente.
Para além dos cursos ministrados salienta-se o apoio que a escola manteve no âmbito da cooperação técnico-militar com a República de Moçambique na formação dos sargentos das Forças Armadas Moçambicanas, em que nomeou um oficial superior como diretor técnico e um capitão como assessor, os quais se encontram em permanência em território moçambicano.
No âmbito da prestação de serviços à comunidade, a escola apoiou mais de três dezenas de instituições, através da cedência temporária de material de aquartelamento, de instalações e da carreira de tiro, apoio à realização de atividades físicas e desportivas, fornecimento de alimentação e alojamento, e realização de formação específica orientada para o comando e liderança de pequenos grupos.
Tendo em conta a diminuição dos efetivos, a ESE vai propor um reajustamento curricular do curso de promoção a sargento-chefe, de modo a que o mesmo passe a incluir no seu processo de ensino-aprendizagem a metodologia b-learning, sistema de formação onde a maior parte dos conteúdos é transmitido à distância, mas com algumas situações presenciais, para desse modo evitar que os sargentos-ajudantes estejam demasiado tempo afastados das suas unidades.
A ESE pretende criar as condições para que a escola se constitua num Centro de Línguas do Exército, para aumentar os níveis de proficiência da língua inglesa.

Fernando Costa condecorado

A abertura Solene incluiu uma Lição Inaugural, subordinada ao tema "Os Pavilhões do Parque na História das Caldas da Rainha: alguns momentos“, proferida pela professora Isabel Xavier, onde foram apontados os principais momentos vividos nos históricos pavilhões existentes no Parque D. Carlos I ocupados por militares e diversas instituições civis ao longo da sua história.
A cerimónia incluiu a entrega dos prémios aos melhores classificados do 23º e 24º CPSC e do 1º CPSA, entrega das Cartas de Curso e Cartas Europeia de Condução em Informática aos 148 novos sargentos, pertencentes ao 37º e 40º CFS de Serviço de Saúde e do 39º CFS das Armas e Serviços, sendo, igualmente entregues diversos prémios aos alunos que mais se distinguiram durante o Curso, em diversas áreas, atribuídos no âmbito dos protocolos existentes com os exércitos congéneres, espanhol e brasileiro, com o Banco Santander Totta e pela Associação para as Comunicações, Eletrónica, Informações e Sistemas de Informação para Profissionais (AFCEA).
A cerimónia terminou com a condecoração do presidente da Câmara, Fernando Costa, com a medalha de D. Afonso Henriques, 1ª Classe imposta pelo general CEME, “pela pronta disponibilidade em acolher os vários eventos comemorativos do Dia do Exército de 2012 e a cooperação ativa e substantiva para o seu desenvolvimento ao longo de vários meses, as quais refletem inequivocamente uma profunda e singular cooperação, entre o Município e o Comando do Exército”.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Escolhas do Editor
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar