Login  Recuperar
Password
  15 de Novembro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas da Rainha, Educação
Gravar em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Exposição e sessões de curtas da ESAD.CR

O Centro de Artes das Caldas da Rainha acolhe durante o mês de outubro uma exposição de trabalhos da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR), sendo ainda o palco de várias sessões de curtas e de filmes de animação da escola.

13-10-2015 |

“Incubi” de Sérgio Ribeiro, “Ermo” de Rafael Calisto, “Plateia” de Ricardo Neves, “Maria gata” de Damir Grbanovic, “Quadro” de Óscar Faria, “A bicicleta” de Pedro Jafuno e “Etílico” de Francisco Fá, são as curtas em exibição às segundas, quintas e sábados às 10h30, e às quartas, sextas e domingos às 15h00.
“Dos muitos trabalhos realizados escolhemos filmes e exercícios que permitem um olhar abrangente de temáticas, estéticas, ritmos e estratégias pedagógicas, que marcam a presença da arte de compor movimentos ilusórios (animação) na ESAD.CR”, destaca Fernando Galrito, docente de Cinema de Animação na ESAD.CR. “Esta arte da “ilusão” trouxe à escola inúmeros prémios nacionais e internacionais, e um reconhecimento mundial das metodologias e estratégias pedagógicas aqui utilizadas”, adianta.
A ESAD.CR foi a primeira escola superior a ter Cinema de Animação, primeiro no curso de Artes Plásticas e depois no curso de Som e Imagem. “Ao longo destes anos mantivemos uma abordagem experimentalista e dramatúrgica, explorando as técnicas analógicas e digitais de forma irreverente e inovadora”, explica Fernando Galrito. “Criamos constantes diálogos entre artes e propomos convergências artísticas entre estudantes de diferentes áreas, bem como criamos sinergias com as tecnologias interativas e generativas, que ultrapassam o espaço da tela de cinema e interagem com corpos, esculturas, etc”, refere o docente.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar