Login  Recuperar
Password
  19 de Fevereiro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Sociedade, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Rotary das Caldas distingue João Sá Nogueira e Carlos Paulo

O Rotary Clube das Caldas da Rainha voltou a distinguir profissionais que, ao longo da sua vida dedicada à profissão, a tenham dignificado pela sua responsabilidade e empenho.

30-01-2019 | Marlene Sousa

Manuela Franco da Silva, presidente do Rotary Club das Caldas, Maria Rafaela Calado (esposa do homenageado) e João Sá Nogueira
[+] Fotos
Manuela Franco da Silva, presidente do Rotary Club das Caldas, Maria Rafaela Calado (esposa do homenageado) e João Sá Nogueira
Na cerimónia anual, que decorreu no dia 25 de janeiro, no restaurante A Lareira, cerca de 200 pessoas juntaram-se aos rotários das Caldas para homenagear o percurso profissional de dois caldenses. O gestor João José Sá Nogueira foi distinguido pela sua carreira e o empresário na área da restauração, Carlos Paulo, como profissional do ano.Dedicação, rigor, inteligência e humildade foram algumas das qualidades que amigos e familiares fizeram questão de destacar acerca dos homenageados naquele que é um dos eventos rotários mais importantes do ano.
As qualidades humanitárias e o papel ativo na responsabilidade social, contribuindo assim para a comunidade local e nacional, une os distinguidos deste ano.
Familiares, amigos, colaboradores da Fundação Ronald Mcdonald’s para além de vários companheiros do Rotary Club de Setúbal, uniram-se aos rotários das Caldas para prestar homenagem a João José Sá Nogueira, que nasceu em Leiria em 21 de março de 1938.
Licenciado em Engenharia Química-Industrial no Instituto Superior Técnico em Lisboa, o homenageado, que fez parte dos rotários de Setúbal, viu ser-lhe elogiado o seu currículo extenso, com intervenções destacadas nas áreas da economia, ambiente e social.
João de Sá Nogueira foi administrador na empresa INAPA – Indústria Nacional de Papéis, sedeada em Setúbal. Trabalhou como administrador na empresa Fernandes Converting, do grupo Papelaria Fernandes. Foi presidente do conselho diretivo da empresa Tecnicelpa - Associação Portuguesa dos Técnicos das Indústrias de Celulose e Papel e editor da revista Pasta e Papel.
Estando à frente do GRACE (Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial), que tinha como vogal um quadro da Mcdonald’s Portugal, foi desafiado a liderar o projeto da Fundação Ronald Mcdonald’s. Foi este um dos seus projetos mais destacados na cerimónia, onde trabalhou como administrador/diretor executivo na empresa Fundação Infantil Ronald McDonald, que tem hoje três casas de acolhimento de crianças e das suas famílias durante o tratamento em ambulatório e que já apoiou cerca de 2500 famílias.
Foram muitos que usaram da palavra para destacar João de Sá Nogueira. A humildade, vivacidade e espírito de solidariedade do homenageado foram evidenciadas por Margarida Martins, em representação da equipa da Fundação Infantil, Ronald McDonald. “Somos uma equipa só de senhoras e foi um privilégio aprender com o João, como nós o chamamos, porque no meio de muita gente jovem, ele era o mais jovem de todos nós, e em caminhos mais atribulados sempre nos transmitiu positividade”, apontou.
Já Conceição Zagalo, que colaborou com João de Sá Nogueira no GRACE, sublinhou que é um homem de “valores, de amizades, com o sentido do outro, e foi consigo no GRACE que aprendi uma dimensão diferente do sentido humano”.
O presidente da Assembleia Municipal das Caldas, Lalanda Ribeiro, elogiou o facto de o gestor nunca ter perdido a sua ligação às Caldas.
João Sá Nogueira agradeceu às pessoas que marcaram presença na cerimónia e que têm feito parte do seu percurso, nomeadamente a sua família, que “sofreu com a sua ausência, mas que sempre me apoiaram”. Destacou ainda os seus companheiros rotários dos vários clubes presentes, comentando que tem sido “um percurso de aprendizagem convosco”, elogiado os “valores, ética e companheirismo”.
Recordou ainda os seus companheiros do Rotary Club de Setúbal, nomeadamente Frederico Nascimento, Governador ano Rotário 2003-2004. “É com esta amizade e companheirismo e compreensão que me tem transmitido que eu penso que ainda posso fazer qualquer coisa de forma ética e responsável para dar à comunidade que a torne mais solidária, justa e humana”, manifestou.

Carlos Paulo apoia várias instituições

Carlos Paulo, que abriu a 7 de janeiro de 2014 o “Paraíso do Coto”, foi destacado por vários amigos como “um empresário de sucesso na sua área, elogiado e reconhecido pela qualidade e confiança que oferece aos seus clientes”.
O empresário da área da restauração, que começou por trabalhar como ajudante de cozinha no Restaurante “Cinco Bicas”, tem hoje uma equipa de 35 colaboradores e serve no seu restaurante cerca de 90 mil refeições por ano. Realiza ainda os mais diversos eventos de catering para centenas de pessoas, alguns que até superam as mil pessoas.
Foi também elogiado por aliar a sua atividade económica a um grande sentido de responsabilidade. A sua consciência cívica mantém-no permanentemente atento às necessidades da comunidade que o rodeia, apoiando as iniciativas das mais diversas instituições, como os prémios escolares do Rotary Club das Caldas, a Refood, os Bombeiros Voluntários, entre outros.
Nasceu na Portela, na freguesia de Santa Catarina, a 11 de dezembro de 1967 e é o mais velho de seis irmãos. Aos 18 anos, abre em sociedade o restaurante “Estrela Azul”, no Bairro Azul, no qual desempenha funções de gerente. Manteve-se no “Estrela Azul” até 1992, quando se apercebeu que o número de clientes que recebia exigia um espaço maior. Por esse motivo torna-se dono do “Restaurante Paraíso”, na estrada de Tornada, que abriu ao público no dia 4 de agosto de 1992. Durante 23 anos deu corpo e alma a este restaurante. Foram muitos os serviços a que deu vida neste espaço, desde casamentos a outros eventos.
O seu profissionalismo foi evidenciado por Lalanda Ribeiro, que destacou o seu percurso notável na área da restauração. “Consegue organizar com qualidade diversos eventos em simultâneo, e sempre com o telefone na mão para ver como está tudo a decorrer”, referiu.
Já o ex-presidente da Câmara das Caldas, Fernando Costa, sublinhou que há um grande denominador comum em relação aos dois homenageados, que é a “solidariedade”. Quanto ao empresário na área da restauração recordou que o conhece há muitos anos e que o “êxito dele está na forma como recebe as pessoas”.
Carlos Paulo agradeceu à sua equipa de trabalho, funcionários, fornecedores e família, muitos deles presentes na sala. Lembrou que não trabalha à espera de qualquer homenagem, mas reconhece que é “gratificante” quando isso acontece. “É a prova de que vale a pena”, disse, dedicando o prémio à sua esposa e três filhos.
Nesta cerimónia foi integrado no clube rotário das Caldas o consultor de inteligência económica, o francês Jean Pierre Hougas, presidente da UFE-União dos Franceses no Estrangeiro da Região Centro Oeste, com mais de 550 sócios.
O presidente da Câmara das Caldas, Tinta Ferreira, começou por falar de Jean Pierre Hougas, que é “já um caldense de gema e tem dado um grande contributo na integração da comunidade francesa na nossa região”.
Quanto a Carlos Paulo salientou que o seu sucesso é resultado da sua “capacidade de trabalho, inteligência e espírito de iniciativa e generosidade”.
O autarca salientou o currículo “brilhante” de João de Sá Nogueira. “Não temos muitos caldenses com o percurso de vida tão extraordinário como este”, destacando também a “responsabilidade social, nomeadamente com o trabalho que fez na Fundação Ronald Mcdonald’s”. “Sei que houve algumas famílias das Caldas com os filhos doentes no hospital que foram ajudadas pela fundação”, apontou.
Durante a noite houve animação musical com o saxofonista Paulo Nunes.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar