Login  Recuperar
Password
  6 de Dezembro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Sociedade
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Hospital notificado para facilitar consulta de interrupção voluntária da gravidez

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) foi advertido pela Entidade Reguladora da Saúde (ERS) por não cumprir o direito à interrupção voluntária da gravidez (IVG), tendo a administração esclarecido que a unidade hospitalar foi notificada da necessidade de revisão do circuito de referenciação, devendo permitir que as utentes se dirijam diretamente ao hospital para agendamento da consulta de IVG, sem intermediação do centro de saúde.

04-12-2019 | Francisco Gomes

As utentes já podem agendar consulta no hospital, depois de parecer emitido pela Entidade Reguladora da Saúde
As utentes já podem agendar consulta no hospital, depois de parecer emitido pela Entidade Reguladora da Saúde

A ERS tinha apontado que o hospital das Caldas da Rainha, uma das três unidades do CHO, estaria a encaminhar as utentes que pretendem fazer IGV para o centro de saúde, um procedimento criticado por “não acautelar os direitos e legítimos interesses das utentes”, ao “criar uma barreira para todas aquelas utentes que não pretendem recorrer ao centro de saúde, impedindo o recurso aos cuidados de saúde hospitalares”.

De acordo com a administração do CHO, a consulta esteve suspensa durante dois anos no CHO, tendo sido reativada em março deste ano, “devido ao ligeiro incremento do quadro médico e pela assunção de uma estratégia para aumentar a capacidade de resposta, a bem da população”.

“Aquando da reativação desta consulta, foram definidos os procedimentos entre o CHO e o Agrupamento de Centros de Saúde, tendo ficado estabelecido que a referenciação seria efetuada através da aplicação informática para referenciação de doentes para primeira consulta”, indicou, adiantando que é o modo de referenciação adotado para a generalidade das primeiras consultas hospitalares e acolhido pela legislação vigente. 

Na sequência da decisão final da ERS no âmbito do processo de inquérito relacionado com a eventual existência de obstáculos no acesso à consulta de IVG, o CHO foi notificado e o parecer emitido pela ERS foi desde logo implementado pelo CHO. Desde setembro, as utentes podem proceder ao agendamento para a consulta de IVG diretamente no CHO, que integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche.

Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar