Login  Recuperar
Password
  21 de Agosto de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Vinte anos de prisão por ter morto esposa com facada

O Tribunal de Leiria aplicou vinte anos de prisão ao homem que matou a esposa com um golpe de faca, em novembro do ano passado, no Chão da Parada, nas Caldas da Rainha.

19-07-2018 | Francisco Gomes

Sandrina Inácio tinha 37 anos
Sandrina Inácio tinha 37 anos
A leitura do acórdão aconteceu no passado dia 11, tendo Claude Inácio, de 38 anos, sido condenado por homicídio qualificado de Sandrina Inácio, de 37 anos.
Segundo ficou provado, o arguido, nascido no Luxemburgo, no dia 20 de novembro, entre as 01h45m e as 02h30, “muniu-se de uma faca de cozinha com cerca de vinte centímetros de lâmina e abeirando-se da sua esposa que se encontrava deitada no sofá da sala, de forma voluntária e sem qualquer causa justificativa, desferiu um golpe na zona do pescoço desta, seccionando vasos do pescoço e da laringe, decepando parcialmente o mesmo. Ao atuar deste modo o arguido provocou a morte da vítima, como era seu propósito”.
O crime verificou-se no interior da residência do casal, quando os filhos menores se encontravam a dormir nos respetivos quartos.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar