Login  Recuperar
Password
  24 de Setembro de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Desporto
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Caldense é o segundo melhor português de sempre no Tour L`avenir

O caldense João Almeida foi um dos seis atletas da seleção nacional de ciclismo a ser convocado para participar no Tour L`avenir em França (Volta a França do Futuro) que decorreu de 17 a 26 de agosto, tendo conseguido o segundo melhor resultado de sempre de um corredor português.

06-09-2018 |

João Almeida ficou em sétimo lugar da geral final
João Almeida ficou em sétimo lugar da geral final
A prova mais dura e mais esperada do calendário internacional de seleções de sub- 23 iniciou muito bem para a equipa de Portugal, que até à 6ª etapa teve um bom desempenho, com Rui Oliveira no top 10. A quarta etapa foi um contrarrelógio por equipas e cumpriu as expetativas, limitando as perdas. A sétima etapa de 35.4Km, ligando Moûtiers a Méribel foi a primeira de quatro jornadas que atravessam os Alpes. O caldense cortou a meta em 12º, a 26 segundos do vencedor.
A entrada nos Alpes confirmou João Almeida como um firme candidato ao top 10, ele que se encontrava no 50º lugar a 2m37s. Passou para o 11º lugar da classificação geral a 56 segundos do vencedor.
A oitava etapa decorreu entre La Barthe e Crest-Voland Cohennoz, com 81.1Km. O caldense conseguiu seguir no lote dos melhores e chegou na 19ª posição, a 20 segundos do vencedor, ficando assim entre os 10 melhores, a 1.02s do camisola amarela.
Continuando a subir na classificação geral, ascendeu ao nono lugar da geral, depois de ter sido 11º na nona etapa, de alta montanha, que ligou Sèez a Vald`Isère, ao longo de 83km. A etapa final ligou Vald`Isère a Saint-Colomban-des-Villards, muito difícil, de muita montanha em plenos Alpes. O corredor caldense teve o sangue frio e a inteligência de corrida para nunca ir ao choque nos momentos em que os candidatos à camisola amarela promoveram fortes acelerações, nas três montanhas e nos mais de três mil metros de acumulado de subida. João Almeida recorreu ao espírito de sacrifício para fazer as subidas mais duras no seu próprio ritmo, o que lhe valeu o sétimo lugar na etapa, apenas a 7 segundos do vencedor do dia. Este desempenho na jornada mais exigente levou João Almeida ao sétimo lugar da geral final, a 2m35s do vencedor, o esloveno Tadej Pogacar.
É o segundo melhor resultado de sempre de um corredor português na Volta a França do Futuro, superando a oitava posição de Joaquim Silva em 2014 e atrás do segundo lugar de Rui Costa em 2008.
O balanço final é bastante positivo para a seleção nacional. “ A equipa esteve bem ao longo de toda a corrida. Nas etapas a rolar, discutimos os primeiros lugares. No contrarrelógio por equipas defendemo-nos bem. Na montanha, fomos subindo diariamente na geral. Estão todos de parabéns”, manifestou José Poeira, selecionador nacional.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar