Login  Recuperar
Password
  19 de Fevereiro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Depressão “Helena” teve efeitos na região

A depressão "Helena", no passado dia 1, fez cortar o trânsito na marginal norte, entre a cidade de Peniche e o Cabo Carvoeiro, durante a tarde, porque o mar estava a galgar a estrada. A Capitania do Porto de Peniche considerou não estarem reunidas as condições necessárias para efetuar a prova do Circuito Regional de Surf do Centro prevista para o passado fim de semana em Peniche. A nova data para a realização do evento será 16 e 17 de março.

06-02-2019 | Francisco Gomes

Árvore caída junto ao parque infantil do Avenal, nas Caldas da Rainha
[+] Fotos
Árvore caída junto ao parque infantil do Avenal, nas Caldas da Rainha
A forte intensidade do vento que se fazia sentir junto ao forte da Nazaré colocou em dificuldades algumas pessoas que ali se encontravam, tendo-se esforçado para não serem arrastadas.
O dispositivo de nadadores salvadores da Nazaré, e em virtude da previsão de mar revolto e por precaução, vedou pela manhã a passagem ao molhe norte para evitar que alguém fosse surpreendido pela ondulação.
O mar atravessou o extenso areal da praia da Nazaré e chegou até ao passeio. Segundo a direção da Associação de Nadadores Salvadores da Nazaré, “era habitual quando havia previsão de mau tempo e mar revolto, fazer-se um buraco e respectivo monte de proteção, que servia para proteger bens e pessoas do mar. Esta situação e devido ao aumento do areal da Nazaré, no nosso ponto de vista, já não é necessária, e provou-se, pois com ventos fortes e mar ‘cão’ o mar só ’beijou’ o paredão, o que tem acontecido nos últimos anos, logo e se não houver alteração da dimensão do areal achamos desnecessário o buraco e montes de proteção”.
Nas Caldas da Rainha houve registo de algumas árvores derrubadas no Nadadouro, Foz do Arelho, Chão da Parada, na estrada entre Salir do Porto e Serra do Bouro, e na cidade, nomeadamente no Avenal, e quedas de estruturas. Foram também assinaladas chapas de metal da construção em frente à EDP na via de trânsito e em frente à ESAD.CR ramos de pinheiro.
“Felizmente os estragos provocados foram algumas árvores caídas, pernadas partidas, caixotes e contentores do lixo tombados e projetados, alguns tapumes de obras projetados e sinais de trânsito tombados. A pronta intervenção dos colaboradores da Junta de Freguesia, Protecção Civil e Bombeiros Voluntários, ajudaram a que a população não desse pelo sucedido”, manifestou a União de Freguesias de Caldas da Rainha – Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar