Login  Recuperar
Password
  16 de Agosto de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Opinião
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Lixo nas ruas

"Se essa rua fosse minha eu mandava ladrilhar. Como essa rua não é minha vejo o lixo acumular”

Torna-se impossível passearmos nas ruas das Caldas da Rainha sem encontrarmos lixo no chão, paredes rabiscadas com tintas que supostamente seriam para fazer grafitis com alguma qualidade artística, casas ao abandono com lixeiras a céu aberto, lixo a transbordar os caixotes municipais ou até mesmo a falta do saco ou caixote em alguns deles.

25-07-2018 |

Existe lixo acumulado no chão em várias artérias da cidade
Existe lixo acumulado no chão em várias artérias da cidade
Ouvimos ao final do dia o barulho de gaivotas que se instalam nos telhados das nossas casas. Atendendo a que não somos um município piscatório, já alguém parou para pensar o motivo?
Onde andam os funcionários dedicados à limpeza das nossas ruas?
Circula na nossa cidade um novíssimo carro para lavar as nossas estradas que apenas "satisfaz" a boa disposição dos dois funcionários que "passeiam" nas nossas estradas.
Será o suficiente o número de funcionários municipais (pertencentes à Câmara ou Juntas de Freguesia)? Podemos "crucificar" a falta de cidadania dos moradores do nosso município ou o desmazelo e despreocupação por parte dos nossos vereadores e funcionários?
Que imagem queremos nós passar a quem visita a nossa cidade?
Teremos nós avenidas de primeira e ruas, ruelas e becos de segunda?
Onde param os sacos de plástico para apanhar os dejetos dos animais que foram fornecidos durante muitos anos pelo município?
Será que alguém da Câmara ou Juntas de Freguesia consegue explicar a sujidade da nossa cidade?

Mafalda Pedreira
Deputada Municipal do Bloco de Esquerda na Assembleia da União de Freguesias Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar