Login  Recuperar
Password
  19 de Fevereiro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Óbidos, Ocorrências
Gravar em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Ameaçou de morte e agrediu mulher com um pau

Um homem de 70 anos ameaçou de morte a mulher, de 28 anos, apontando-lhe uma pistola e batendo-lhe com um pau até ser separado por populares e pela GNR de Óbidos, que o deteve no passado dia 17. Depois de presente a tribunal, em Leiria, ficou em prisão preventiva a aguardar o desenvolvimento do processo judicial.

23-01-2019 | Francisco Gomes

Segundo o Ministério Público, o arguido, “motivado por sentimentos de ciúme, manteve discussões acesas com a vítima, sua esposa, e por diversas vezes proferiu ameaças e desferiu bofetadas, murros e empurrões no corpo daquela, e apertou-lhe o pescoço. Neste contexto, por diversas vezes, o arguido exigiu manter relações de natureza sexual com a vítima, contra a sua vontade”.
Na sequência desta conduta, no mês de outubro de 2018, a mulher abandonou a residência comum do casal, na Usseira, em Óbidos.
A partir desta data o arguido várias vezes estabeleceu contato telefónico com a mulher, questionando-a sobre a sua rotina diária e proferiu ameaças de morte. “Aguardou a vítima no seu local de trabalho e junto à sua nova residência, sob o pretexto de ver a filha de ambos, e nessas ocasiões proferiu novas ameaças e injúrias”, refere o Ministério Público.
Na semana passada, no interior da residência do arguido, tendo a vítima a filha de ambos ao colo, com cerca de três anos, proferiu ameaças de morte e, empunhando uma pistola, apontou-a à mulher. Em simultâneo referiu que a iria matar e suicidar-se. De seguida, pegou num pau e com o mesmo desferiu uma pancada no corpo da vítima. As agressões apenas cessaram com a intervenção de vizinhos e de elementos do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas da GNR de Óbidos.
Sujeito a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Leiria, por se considerar fortemente indiciada a prática de um crime de violência doméstica agravado e existência de perigo de continuação de atividade criminosa, foi determinado que aguardasse os trâmites do processo sujeito, cumulativamente, às obrigações decorrentes do termo de identidade e residência e à medida de prisão preventiva.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar