Login  Recuperar
Password
  19 de Fevereiro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Quarteto detido por 22 furtos e posse ilegal de armas

No âmbito de uma investigação pela prática de 22 furtos em estabelecimentos comerciais, empresas e residências, ocorridos através de arrombamento ou escalamento nos concelhos de Pombal, Leiria, Santarém, Tomar e Caldas da Rainha, entre 27 de março de 2018 e 16 de janeiro de 2019, foram detidos em Leiria no dia 16 de janeiro, pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Pombal, três homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 30 e os 60 anos, por furtos qualificados e detenção ilegal de armas.

23-01-2019 | Francisco Gomes

Algum do material recuperado pela GNR
Algum do material recuperado pela GNR
Os militares deram cumprimento a dois mandados de detenção e a doze buscas, das quais três domiciliárias e oito em veículos, garagens e num complexo de estufas, no concelho de Leiria, culminando em flagrante delito na detenção de dois indivíduos do sexo masculino, com 30 e 38 anos e residentes em Leiria, por posse ilegal de armas.
Das buscas realizadas foi possível recuperar material avaliado no valor estimado de 147 mil euros, nomeadamente quatro veículos, 6 200 litros de combustível (gasóleo), nove depósitos de 1000/800lts, dois revólveres, uma espingarda, uma pistola, 103 munições de vários calibres, 59 telhas sandwich, 15 baterias de automóvel, 12 televisores, diverso material informático, como computadores, discos de memória e impressoras, sete máquinas fotográficas, quatro telemóveis, dois aspiradores, ferramentas e artigos de construção civil, ferramentas afetas à atividade de mecânica, diversos produtos alimentares, artigos de bricolage e 185 euros.
Todos os detidos têm antecedentes criminais pela prática do mesmo tipo de crime, tendo um deles já cumprido pena efetiva de prisão durante sete anos, encontrando-se, neste momento, em pena suspensa pelo período de cinco anos.
Verificando-se a existência de perigo de continuação de atividade criminosa e de perturbação da ordem e tranquilidade pública, no primeiro interrogatório judicial foi determinado que um dos arguidos aguardasse os trâmites do processo sujeito, cumulativamente, às obrigações decorrentes do termo de identidade e residência (TIR) e em prisão preventiva. Outro arguido ficou com TIR e medida de coação de apresentação diária na GNR de Leiria, entre as 7h00 e as 21h00. O Ministério Público irá interpor recurso, por entender que ao segundo arguido deveria ter sido imposta a medida de prisão preventiva.
Esta ação contou com o empenhamento de 28 militares, das várias valências do Comando Territorial de Leiria e com o apoio da Polícia de Segurança Pública.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar