Login  Recuperar
Password
  21 de Janeiro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Espírito solidário nas Caldas da Rainha

O espírito natalício nas Caldas da Rainha uniu-se ao espírito solidário de várias entidades que tentam tornar esta época mais feliz para quem tem menos motivos para sorrir.

21-12-2018 | Marlene Sousa

A festa contou com um espetáculo dinamizado pelos alunos do Agrupamento de Escolas Raul Proença
[+] Fotos
A festa contou com um espetáculo dinamizado pelos alunos do Agrupamento de Escolas Raul Proença

As possibilidades de dar um novo brilho ao natal das famílias com menos recursos são variadas e criativas e foi o que aconteceu no passado sábado na cidade.
O projeto “Desembrulhar Sorrisos”, da Ordem do Trevo, voltou a levar a magia do natal a 150 crianças carenciadas, fruto de uma parceria com o Agrupamento de Escolas Raul Proença (AERP).
O município das Caldas da Rainha entregou 280 cabazes de natal e brinquedos novos a famílias desfavorecidas do concelho. A União de Freguesias de Santo Onofre e Serra do Bouro entregou 100 agasalhos para o frio a famílias carenciadas.

“Desembrulhar Sorrisos” da Ordem do Trevo

E como o Natal vive da alegria das crianças, a Ordem do Trevo proporcionou, mais uma vez, um dia diferente e inesquecível a cerca de 150 crianças mais carenciadas das Caldas da Rainha, com a iniciativa “Desembrulhar Sorrisos”, que decorreu no passado dia 15, na Expoeste. A festa contou com um espetáculo de animação dinamizado pelos alunos do AERP.
A sexta edição da campanha de solidariedade levou a magia do natal a crianças carenciadas. Este ano as crianças abrangidas foram as que fazem parte das famílias que a Ordem do Trevo apoia mais as identificadas através do AERP.
Foi uma tarde inesquecível para os mais pequenos, com animação, música e distribuição de presentes a cerca de 150 crianças até aos doze anos.
O Desembrulhar Sorrisos começou há seis anos pela Ordem do Trevo, uma associação que promove iniciativas solidárias e que este ano resolveu juntar-se ao AERP para “maximizarem esforços de forma a proporcionar um natal mais sorridente às crianças do concelho”, disse ao JORNAL DAS CALDAS José Viegas, presidente da Ordem do Trevo.
Foram os alunos e professores da EBI de Santo Onofre que garantiram a animação com canções e uma dança/dramatização ligada à época. Isabel Sousa, da direção do AERP, destacou a importância dos alunos participarem no espetáculo que os sensibiliza para o “sentido de partilha, nomeadamente os mais pequenos do 1º ano que percebem que os presentes que vão ser entregues não são para eles e que são para outros meninos que não podem ter um natal como o deles”.
José Viegas elogiou a parceria com o AERP pela “forma como acolheram esta iniciativa”, sublinhando que é sinónimo “da importância de não nos fecharmos nas nossas quintas e de uma forma dinâmica criarmos estas ligações para tentar fazer melhor”.
Presentes na festa estiveram também alguns pais das crianças que dinamizaram o espetáculo. “Há necessidade de cada vez darmos mais as mãos de forma que em conjunto possamos diminuir o afastamento das pessoas com necessidades porque afinal todos precisamos uns dos outros e somos todos iguais”, apontou o presidente da Ordem do Trevo.
No final foi oferecido um lanche a todos os presentes e cantaram-se os parabéns ao projeto “Desembrulhar Sorrisos”.
Foi nesta festa que a Ordem do Trevo distribuiu cabazes de natal pelas famílias que apoia, recheados com vários géneros alimentares típicos da quadra festiva, entre os quais farinha, açúcar, leite, óleo, azeite, bacalhau e bolo-rei, em quantidades proporcionais à composição dos agregados familiares.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar