Login  Recuperar
Password
  13 de Novembro de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Cultura, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Exposição "As telas que o mar me dá”

Dino Luz organiza de 8 de junho a 1 de julho , no Café-Concerto do CCC das Caldas da Rainha, a exposição "As telas que o mar me dá", de Dino Luz.

30-05-2018 |

Trabalhos em pedaços de madeira que foram dando à costa, usando o stencil e outros materiais
Trabalhos em pedaços de madeira que foram dando à costa, usando o stencil e outros materiais
Nunca estudou arte, mas o interesse e o gosto foram crescendo ao longo do tempo. A inspiração é urbana e o stencil a técnica de eleição. Desde sempre com uma ligação íntima com o mar, Dino Luz apresenta uma exposição individual do Stencil Fartz.
O stencil é uma presença constante na vida de Dino Luz, há pelo menos dez anos, desde que abriu a churrasqueira Farticos, na praia de Paredes da Vitória. Na altura, iniciou-se na técnica do stencil com a pintura à mão de t-shirts, sweats e outros objetos personalizados. Nasce assim o conceito Stencil Fartz, fruto do gosto pelas artes de rua e ao facto de não haver no mercado uma marca de personalização deste estilo.
Mas a ligação ao mar não se fica apenas por um espaço com vista privilegiada para a praia. Há ainda o surf e o bodyboard. Foi por este motivo que iniciou, há quatro anos, trabalhos em pedaços de madeira que foram dando à costa, que transforma em telas onde, através do stencil e da aplicação de outros materiais, exprime a sua arte.
São as cores e as texturas dos materiais que vai encontrando na praia que chamam a atenção de Dino. Já trabalhou com madeiras e outros objetos de barcos de pescadores. “Se vejo algo que me atrai pela cor ou textura, tento trabalhar com esse objeto, até porque são peças que têm uma história, estão relacionadas com o mar, já viveram muitas aventuras”, declarou.
Dino conta já com algumas exposições em nome individual, tendo começado no espaço cultural “Covil da Preguiça” em Leiria. Expôs na Biblioteca Municipal de Alcobaça, Biblioteca Municipal de Porto de Mós, Piscinas Municipais de Pataias, Biblioteca da praia de Paredes da Vitória, Festival “A Porta”, em Leiria, e expôs também em Lisboa, na Galeria da “Livraria Ler Devagar”, no LX Factory.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar