Login  Recuperar
Password
  5 de Julho de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Autocaravanistas elogiam parque da Foz do Arelho

A Junta de Freguesia da Foz do Arelho, que gere o Parque de Autocaravanas da Foz do Arelho, registou na semana dos feriados (10 e 11 de junho), um aumento de viaturas. O parque ficou lotado com 76 veículos (numa situação normal sem Covid-19 tem capacidade para 120 autocaravanas). O presidente da Junta, Fernando Sousa, relatou ao JORNAL DAS Caldas que chegaram a estar “cerca de 30 autocaravanas fora do parque à espera que um veículo saísse para poder ocupar o lugar”. O JORNAL DAS CALDAS falou com alguns autocaravanistas que “adoram o parque da Foz do Arelho e a tranquilidade da Lagoa”.

16-06-2020 | Marlene Sousa

A Junta de Freguesia da Foz do Arelho registou um aumento de autocaravanas
[+] Fotos
A Junta de Freguesia da Foz do Arelho registou um aumento de autocaravanas
O presidente conta que um dos desafios tem “sido manter o Parque de Autocaravanas, que é uma fonte de receita para a Junta de Freguesia da Foz do Arelho. “Somos uma referência nacional do autocaravanismo e não temos mais autocaravanas porque não temos capacidade”, disse.
O parque tem capacidade para 120 autocaravanas, mas devido às medidas de segurança por causa da Covid-19 atualmente tem 76 viaturas. “Conforme foi decretado são dois terços da capacidade, só que muitas autocaravanas estão a ficar na rua fora do parque e não há nada que possamos fazer”, referiu o autarca.
Segundo Fernando Sousa, até ao momento a procura traduziu-se num "aumento significativo de reservas e tivemos que criar uma lista de espera. “São cerca de 30 autocaravanas que estão estacionadas fora do parque à espera de lugar. “A tranquilidade e segurança da Lagoa, a apanha de berbigão e em simultâneo o acesso ao mar faz com que sejamos muito procurados”, explicou.
De acordo com o responsável, a maioria das reservas de autocaravanas para este verão “são famílias entre 35 e 55 anos, com uma ou duas crianças, com perspetiva de estarem perto da praia e natureza”, revelou.
Cada autocaravana paga 4 euros por dia. O autarca diz que há uma proposta para o aumento de dois euros. Em situações normais o parque tem dois funcionários, mas este verão devido às medidas adicionais de segurança vai ter que colocar mais dois colaboradores porque as casas de banho públicas vão abrir para que a limpeza e desinfeção seja cumprida. “A receita do Parque de Autocaravanas é uma ajuda para a freguesia, mas as despesas também são muitas com os funcionários, água, luz, internet, seguro, entre outras despesas de manutenção”, indicou o autarca.

Turistas satisfeitos

A clássica autocaravana estacionada no parque da Foz do Arelho é para o casal Pedro e Anabela Matos, de Sintra, uma opção sazonal desde 2013. “Isto é um paraíso, passámos cá o confinamento e tivemos um apoio incrível das pessoas da vila, que nos trouxeram alimentos e tudo o que precisámos”, contaram.
Vão ficar na Foz do Arelho mais uns meses, pois sentem-se em casa. “Olhar para a lagoa todos os dias nunca cansa, é sempre diferente”, revelou Pedro Matos que trabalhou na área do comércio em Lisboa e que agora está aposentado.
Destacaram o presidente de Junta, que “é incansável connosco”. “Não faz mais porque não pode”, manifestaram. “Ele quase que passava aqui 24 horas, quase que não dormia, conhecemos poucos autarcas assim”, acrescentaram.
Graça Vopel nasceu no norte do país, mas vive e trabalha há muitos anos como administrativa na Alemanha. Está desde 15 de março com o seu marido na sua autocaravana a passar férias na Foz do Arelho. Adora estar junto à praia. Também destacou o apoio e simpatia do presidente de Junta e as pessoas que estão no parque de campismo que “considero como uma grande família”, contou ao JORNAL DAS CALDAS.
Apaixonou-se pela paisagem com a Lagoa de fundo e adora a praia, e pretendendo ficar nas Caldas até ao final do ano. Não tem saudades da Alemanha e espera voltar todos os anos.
Já Custódia Paixão, que vive em Sintra há cerca de 30 anos, mas é natural de Rio Maior, está no Parque de Autocaravanas na Foz do Arelho há cerca de 15 dias. “As minhas férias são sempre aqui na Foz do Arelho, onde sou muito feliz”, contou.
Destacou a partilha entre os autocaravanistas, tendo sempre em conta as medidas de segurança devido à pandemia. “É o convívio que isto tem de bom. Existe um sentimento humano de pertença”, adiantou. Custódia Paixão também elogiou o presidente da Junta da Foz do Arelho, salientando que “se ele for embora isso morre, porque os caravanistas estão a ser escorraçados, mas trazemos muito para o comércio, porque temos que comer, tomar café, pôr combustível, entre outras despesas que fazemos nas Caldas”.
“Como neste momento o parque está lotado, se precisar de ir a casa a Sintra vou de carro e não tiro a autocaravana, porque se a tirar já não tenho lugar”, explicou Custódia Paixão, que sempre cuidou de pessoas de idade.
Peter Heimrath, natural da Alemanha, vive na Batalha há cerca de vinte anos e está alojado com a sua autocaravana no parque da Foz do Arelho há algumas semanas. “Adoro passar o tempo aqui, as pessoas são espetaculares”, contou ao JORNAL DAS CALDAS. É engenheiro mecânico e considera que os portugueses são mais “descontraídos e alegres que os alemães”. “Na Alemanha são muito stressados e tristes, sem tempo para fazer nada divertido”, salientou.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar