Login  Recuperar
Password
  19 de Fevereiro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Opinião
Gravar em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Que direitos tenho caso atraso ou cancelamento do voo?

Depois de preparar as férias e no dia marcado para a realização do voo encontra-se no aeroporto e é informado que o seu voo está atrasado ou que foi cancelado, o que fazer? E que direitos tem?

16-01-2019 |

A Deco enviou informação ao JORNAL DAS CALDAS referindo que em caso de atraso do voo, tem direito a receber assistência por parte da companhia aérea, nomeadamente: “nas chamadas telefónicas, bebidas, refeição, alojamento ou transporte para o local de alojamento”.
Segundo a Deco, estas regras aplicam-se aos atrasos mínimos de: 2 horas, caso se trate de viagens até 1500 quilómetros 3 horas, viagens com mais de 1500 quilómetros e 4 horas em viagens superiores a 3500 quilómetros.
Se o atraso for igual ou superior a 5 horas, o passageiro pode recusar seguir viagem e tem direito ao reembolso do bilhete e a ser transportado de volta para o local de partida.
Adicionalmente, o Tribunal de Justiça da União Europeia entendeu que, quando o atraso exceda 3 horas, os passageiros têm os mesmos direitos das situações de cancelamento. Assim, a transportadora deve indemnizá-los em 250 a 600 euros.
Em caso de cancelamento do voo, a Deco revela que cabe à companhia aérea avisar os passageiros do cancelamento pelo menos 14 dias antes do voo e esclarecê-los das alternativas.
“Quando assim não acontece, os passageiros têm direito a uma indemnização que pode ir de 250 a 600 euros, consoante a distância do voo”.
Além disso, a companhia aérea tem de oferecer uma opção entre o reembolso do bilhete no prazo de 7 dias e o regresso ao ponto de partido ou reencaminhamento para o destino final com condições semelhantes, na primeira oportunidade. Tem ainda direito a assistência.
Seja qual for a situação deve desde logo reclamar no aeroporto junto da transportadora e ainda da entidade nacional competente.
Em caso de dúvida ou conflito poderá enviar E Mail através do seguinte endereço eletrónico: deco.ribatejoeoeste@deco.pt

Deco
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar