Login  Recuperar
Password
  5 de Julho de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Homem que bateu no pai com cinto permanece em liberdade

Foi presente a primeiro interrogatório judicial na passada quarta-feira o homem de 58 anos, gravado em vídeo a agredir com grande violência o seu pai, de 90 anos, em Alcobaça, tendo saído em liberdade. Fica a aguardar o desenvolvimento do processo com termo de identidade e residência, estando proibido de contactar com o progenitor.

19-06-2020 | Francisco Gomes

A agressão foi registada em vídeo gravado por telemóvel
A agressão foi registada em vídeo gravado por telemóvel
A agressão verificou-se no dia 13 de junho, cerca das 15h30, na rotunda de uma zona comercial de Alcobaça, junto ao Pingo Doce e Decathlon, mas pouco utilizada por clientes. No registo vídeo vê-se o agressor com um cinto a bater no progenitor, que estava ao volante de um carro.
O idoso buzinou várias vezes, mas ninguém apareceu para o socorrer, enquanto foi continuamente agredido.
A PSP acabou por ser chamada ao local, alertada para a situação, e identificou o suspeito, enquanto o idoso recebeu os primeiros socorros e ia ser sujeito a exames médico-legais em Santarém. O filho na altura ficou em liberdade.
A vítima reside na aldeia da Gouxaria, no concelho de Alcanena. Enviuvou duas vezes, mora sozinho, embora tenha outros familiares na povoação e próximo da habitação. O agressor, nascido do primeiro casamento, reside em São Martinho do Porto. Desconhecem-se as circunstâncias que levaram a este episódio de violência e se há antecedentes.
Segundo a direção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Leiria e o Comando Distrital de Leiria da PSP, “em causa estão factos suscetíveis de integrar a prática, pelo arguido, dos crimes de ofensa à integridade física qualificada e de condução perigosa de veículo rodoviário”.
Há indícios que o suspeito terá “perseguido, de carro, o seu pai, no trajeto entre São Martinho do Porto e Alcobaça e de o ter molestado fisicamente, designadamente, com um cinto, dentro do veículo em que o mesmo se fazia transportar”.
No âmbito de inquérito dirigido pelo Ministério Público, com investigação realizada pela PSP, o filho seria detido três dias depois para ser presente a primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação, o que decorreu no Juízo de Instrução Criminal de Leiria. O inquérito é desenvolvido pela unidade de Alcobaça do DIAP da comarca de Leiria.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar