Login  Recuperar
Password
  20 de Agosto de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Carro despista-se para a linha férrea

Um carro saiu da auto-estrada e foi parar à linha férrea do Oeste. O aparatoso despiste interrompeu a circulação ferroviária mas não provocou ferimentos no condutor da viatura, que ficou bastante danificada.

19-07-2018 | Francisco Gomes

Saiu da A8 e foi parar à Linha do Oeste
[+] Fotos
Saiu da A8 e foi parar à Linha do Oeste
Ninguém imaginaria que um carro que circulasse na auto-estrada do Oeste fosse alguma vez despistar-se e ser projetado para cima da linha férrea que existe em paralelo, separada por uma zona de pinhal, mas o aparatoso acidente aconteceu na manhã do passado domingo.
O carro de alta cilindrada conduzido por um homem de nacionalidade estrangeira, de 34 anos, despistou-se após uma ligeira curva na A8, ao km 108.7, no sentido norte-sul, em Valado dos Frades, Nazaré. Apesar da cortina de pinheiros ao longo de vinte metros entre a estrada e a linha férrea, o veículo, milagrosamente não embateu em nenhuma árvore, indo parar em cima dos carris da Linha do Oeste, onde ficou imobilizado, perto das onze e meia. O condutor não sofreu ferimentos e recusou assistência dos bombeiros de Pataias, que ali se deslocaram.
O despiste, que poderá ter sido originado pelo piso molhado devido à chuva, que terá provocado a perda de aderência, foi presenciado por um automobilista que seguia atrás e rapidamente o alerta foi desencadeado. O trânsito de comboios foi interrompido para que se pudesse rebocar a viatura, o que aconteceu na presença da GNR e de elementos da Infraestruturas de Portugal, empresa pública que gere a ferrovia.
Devido a esta situação o comboio inter-regional que devia sair das Caldas da Rainha às onze e um quarto e que já estava atrasado (no horário devia chegar à estação de Valado dos Frades por altura do acidente), acabou por partir apenas uma hora e quarenta minutos depois do previsto.
O comboio de passageiros com destino a Coimbra-B passou no local do acidente depois da uma da tarde, poucos minutos depois da remoção da viatura, que ficou bastante danificada. Circulou a baixa velocidade para testar se haveria alguma irregularidade na linha, o que não foi detetado.

Camião choca com comboio

No dia 13 de julho, um acidente numa passagem de nível entre Marinha Grande e Leiria que envolveu um comboio de passageiros e um camião, sem registo de feridos, levou a interromper durante duas horas a circulação na linha ferroviária do Oeste.
O acidente verificou-se pelas 17h, em Quinta do Banco, no concelho de Leiria, e envolveu um comboio que transportava cerca de cem passageiros, grande parte crianças e jovens que estavam numa colónia de férias em São Martinho do Porto. A composição tinha partido de Caldas da Rainha, com destino a Coimbra-B.
A GNR e o Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e Acidentes Ferroviários averiguam as causas do acidente.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar