Login  Recuperar
Password
  21 de Outubro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Cultura
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Três mil pessoas marcaram presença na 2ª edição do Festival Impulso

O Festival Impulso cresceu e encheu as Caldas da Rainha, entre 23 e 25 de maio, com mais de 40 concertos. Monday, Surma + Tomara + Tiago Betterncourt, Bruno Pernadas, ZA!, Fred Ferreira + Igor Jesus + João Pimenta Gomes + Pedro Geraldes, HHY & The Macumbas, Mazarin, Melquiades, Dakoi, Aurora Pinho, Violet b2b Marum, Nádia Schilling, Riding Pânico, Conan Osíris, Beautify Junkyards, Sensible Soccers, Allen Halloween, Sallim, Iguana Garcia, A loke by the moon, Pedro Mafama, Dj marfox, Ubu, First Breath After Coma, Batida dj, Jasmin, Ângela polícia, Linda Martini, Don pie pie, Whales, Moonjuice, Colónia Calúnia, Capital decay showcase, são alguns dos artistas que marcaram presença na edição deste ano.

31-05-2019 | Diana Dias/Gabriel Salvador/João Monserrate

Surma (Foto Diana Dias)
[+] Fotos
Surma (Foto Diana Dias)
O Festival surgiu em 2018 para comemorar os 15 anos da Licenciatura em Som e Imagem da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR). O evento é criado por professores e alunos e expandiu-se pela cidade, passando pelo Parque D. Carlos I, a Fábrica Bordalo Pinheiro, a Igreja do Espírito Santo, o Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha e também o auditório da ESAD.CR.
Numa parceria com a Doc.Lisboa foram apresentados ao longo dos três dias os documentários musicais – “A minha banda e eu”, de Inês Gonçalves e Kiluanje Liberdade; “Barulho, Eclipse”, de Ico Costa com a apresentação e conversa com o produtor e diretor de fotografia, Paulo Gomes; “Celeste”, de Diogo Varela Silva; “Phil Mendrix”, de Paulo Abreu com apresentação e conversa com o mesmo e “Punk is not daddy”, de Edgar Pêra.
Uma das novidades foram as residências artísticas, sob a forma de um concerto único. A ideia foi de Nuno Monteiro, um dos organizadores do festival, que convidou Tiago Bettencourt para uma das três residências. A acompanhar o artista esteve Filipe Monteiro, do projeto Tomara, e Surma. Depois de uma semana de convívio e invenções que resultou em 1000 minutos de gravações, “simplesmente montámos as coisas, e começámos a tocar, foi a melhor maneira de nenhum de nós se sentir inibido. Fomos dando consoante aquilo que recebíamos dos outros”, disse Tomara. Sendo os artistas de estilos diferentes, este projeto permitiu também que saíssem da sua zona de conforto.
O segundo dia contou com a presença do vencedor do Festival da Canção, Conan Osíris. O artista já tinha vindo atuar às Caldas da Rainha em 2015 na Capela de S. Sebastião. Conan diz adorar a cidade e a ESAD.CR. Desta vez deu a ouvir algumas das músicas do seu álbum “Adoro bolos”.
A banda Linda Martini atuou pela primeira vez na cidade e encerrou os concertos no Parque de D. Carlos I. A baixista, Cláudia Guerreiro, veio um dia antes da atuação da banda e assistiu aos concertos de Conan Osíris e de Allen Halloween. Adorou o ambiente e achou boa ideia os palcos frente a frente. Neste momento a banda ainda está a promover o disco “Linda Martini”, que saiu no ano passado, e para o final do ano pretende planear uma nova digressão, que ditará o início dos trabalhos do próximo disco.

Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar