Login  Recuperar
Password
  17 de Julho de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Novo comandante dos bombeiros de Óbidos apresenta projetos

Marco Martins foi homologado pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil como novo comandante do corpo de bombeiros de Óbidos, substituindo Carlos Silva, que foi desempenhar outras funções. O novo responsável viu aprovado pela associação humanitária um conjunto de projetos que pretende desenvolver.

19-06-2019 | Francisco Gomes

Marco Martins é o novo comandante dos bombeiros
Marco Martins é o novo comandante dos bombeiros

Confessando que nunca teve ambição de exercer as funções de comandante, no entanto, na sequência do convite formalizado pelo presidente da direção “senti o dever moral, ético e em particular de consciência, de ponderar sobre o assunto e tomar uma decisão assente em pressupostos que visam o desenvolvimento sustentado do Corpo de bombeiros de Óbidos”.
“Na minha tomada de decisão foi preponderante a reflexão que incidiu em particular sobre o princípio de gratidão e o legado que sinto em compensar minimamente o que o corpo de bombeiros de Óbidos me proporcionou ao longo dos 27 anos, em particular, oportunidades de crescimentos no âmbito pessoal e profissional”, revelou.
“Analisando os prós e contras do desafio para assumir as funções de comandante, determinei duas condições cumulativas e sequenciais, ou seja, em primeira instância a direção teria que aprovar um programa para um espaço temporal de cinco anos, e na sequência dessa aprovação, no mínimo dois terços do corpo ativo teria que votar favoravelmente, através de voto secreto, vinculando-se, ou não ao mesmo. Após a aprovação por parte da direção, foi realizada uma reunião do corpo ativo para apresentação e votação do programa, onde se registou a validação do mesmo por cerca de 90% do corpo ativo”, descreveu.
O programa assenta nos seguintes vetores de desenvolvimento: Comunicação e imagem; Formação/Instrução; Operacionalidade; Rentabilização dos recursos humanos; Escola de Infantes e Cadetes.
Os projetos a realizar são: "Saber para Salvar" - Projeto no âmbito do sistema educativo; "Mais próximos, mais seguros" - Projeto de âmbito social; "Proximidade" - Projeto de geminações; Certificação de Escola de Mergulho; Acreditação de entidade formadora pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho e pelo Inem; Apoio Social; "Empresas Seguras" - Projeto empresarial; Transporte de Doentes Não Urgentes - Responsabilidade da direção/divisão da componente operacional; Incentivos ao voluntariado; Quadro de oficiais e especialistas.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar