Login  Recuperar
Password
  19 de Novembro de 2017
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Sardinhada do BE em defesa da Lagoa com apresentação de candidatos

Cerca de meia centena de militantes e simpatizantes respondeu ao repto do Bloco de Esquerda e participou na sardinhada em defesa da Lagoa de Óbidos, que teve lugar no parque de merendas do Nadadouro, na tarde de 10 de junho.

14-06-2017 | Marlene Sousa

Uma das principais linhas da candidatura do BE é a lagoa de Óbidos
[+] Fotos
Uma das principais linhas da candidatura do BE é a lagoa de Óbidos
Numa iniciativa que contou com a presença do deputado eleito pelo distrito, Heitor de Sousa, o candidato à Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Lino Romão, disse que uma das principais linhas da sua candidatura é a lagoa de Óbidos. “No âmbito da elaboração do Plano Estratégico de Desenvolvimento das Caldas da Rainha que a Câmara das Caldas encomendou à consultora Augusto Mateus & Associados, esta entidade responsável pela elaboração do Plano Estratégico veio defender que deve existir uma draga para fazer a dragagem permanente na Lagoa, uma proposta original do Bloco de Esquerda”.
Alegou que o BE propõe medidas que “depois são aplicadas com cerca de 8 a 12 anos de atraso quando já ninguém se lembra que a ideia inicial foi do Bloco”. “Não tem importância porque vamos continuar a apresentar boas propostas para o concelho”, vincou.
Recordou o papel no combate social e político de vários bloquistas do concelho que já partiram, como Fernando Rocha que “debateu-se anos e anos para que tivéssemos transportes públicos”, alegando que “o Toma existe muito devido à ação deste camarada, que fez força para que houvesse este avanço”.
Lembrou ainda Maria do Carmo Carboila que liderou um grupo de trabalho que identificou “passadeiras na cidade que precisavam de ser pintadas, diminuindo os atropelamentos”.
Referiu também Paulo Pereira (irmão de Orlando Pereira, que é o candidato à União de Freguesias Santo Onofre e Serra do Bouro), que “liderou uma comissão de trabalhadores da Secla e conseguiu para ele e seus colegas as indemnizações justas”. Carlos Badano foi outros dos elementos recordados por Lino Romão, apontando que “sempre se bateu por esta lagoa e pelos direitos dos mariscadores”.
“Queremos revindicar investimento público e privado”, adiantou depois o candidato à Câmara das Caldas, revelando que vão lutar “nos próximos quatro anos por um plano de habitação social porque não podemos viver numa cidade que tem três mil casas vazias e tem trinta pessoas sem abrigo”.
Maria João Melo, candidata à Junta de Freguesia do Nadadouro, afirmou que pretende focar-se nas questões ambientais, como a Lagoa de Óbidos. A candidata quer também potenciar o desenvolvimento económico da lagoa, gerando riqueza e criando emprego.
A sardinhada serviupara apresentar alguns dos candidatos do Bloco de Esquerda às Juntas de Freguesia do concelho de Caldas da Rainha.
Orlando Pereira disse que a sua candidatura à União de Freguesias Santo Onofre e Serra do Bouro tem um projeto alternativo, com pessoas diferentes e uma visão de futuro.
Defende para a freguesia um parque de estacionamento próprio para veículos pesados que estacionam em frente à Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste. “Falei com o presidente da Câmara há dois anos sobre este projeto, que ele achou interessante, e até agora nada”, disse Orlando Pereira, revelando que tem falado com vários camionistas que não sabem onde estacionar as viaturas.
O candidato alega que apesar do país estar a recuperar da crise de 2008 ainda há muita “pobreza envergonhada na freguesia”. “Existe uma realidade que continua a ter dimensão. Famílias inteiras têm falta de dinheiro para comer e usam o pouco que lhes resta para assegurar um teto e saem à noite para ir aos caixotes do lixo”, apontou Orlando Pereira, que considera que a ação social da autarquia deveria estar mais atenta para este problema.
“O PSD está há 30 anos na Câmara das Caldas, os dados estão viciados e o BE quer mudança e uma limpeza desta cor partidária”, manifestou o candidato.
Mafalda Pedreira, candidata à União de Freguesias Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, começou por referir que “são múltiplas as razões que levam a disponibilizar-me para este desafio”, tais como a capacidade de intervir ativamente para a melhoria. “Fala-se muito do termalismo, mas pouco se fala do pulmão da cidade, defendendo a dinamização do Parque D. Carlos I para atividades culturais e desportivas para todas as idades”, disse a candidata.
Também Mafalda Pedreira afirmou que a pobreza é visível nas “ruas centrais da nossa cidade” e que “pela noite dentro avistamos dezenas de humanos pernoitando sobre cartões e outros em prédio abandonados na cidade”.
Criticou ainda os edifícios abandonados e degradados revelando ser crucial “um plano de rendimento social, cantinas sociais e balneário socais”, querendo uma cidade “acessível a todos e para todos”.
Disse que nas Caldas vivem-se momentos enraizados de precariedade quer no Estado quer no privado.
Defendeu ainda parques de estacionamento gratuitos e a melhoria dos transportes públicos, nomeadamente para as pessoas e seniores que vivem nas freguesias mais afastadas da cidade.

Candidato à Junta da Foz do Arelho promete “honestidade”

Jorge Preto, candidato à Junta de Freguesia da Foz do Arelho, disse que o BE vai garantir “dignidade, honra, clareza e honestidade”. “Se estávamos habituados àqueles que entram para as Juntas de Freguesia para enriquecerem, outros para fazerem favores a amigos, e gastarem milhares para fazer um passeio mais largo, nós estamos cá para evitar tudo isso, para trabalhar para o povo e é o que vamos fazer se formos eleitos”, prometeu.
O deputado eleito pelo distrito, Heitor de Sousa, começou por dizer que “aquilo que temos encontrado a nível do distrito é que existe uma grande expetativa e base de apoio para as propostas e candidaturas do BE, porque as pessoas percebem que a nível da política do Governo este partido tem feito a diferença em algumas conquistas que tinham sido roubadas com o Governo anterior”.
Também presente na sardinhada esteve a candidata do BE à Assembleia Municipal, Carla Jorge, porta-voz do Movimento Precários do Centro Hospitalar do Oeste.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar