Login  Recuperar
Password
  18 de Janeiro de 2022
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Sociedade, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Jantar ajuda a reunir fundos para a Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Caldas da Rainha

30-11-2011 |

Jantar ajuda a reunir fundos para a Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Caldas da Rainha
Jantar ajuda a reunir fundos para a Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Caldas da Rainha
No dia 9 de Dezembro, no Salão Milénio, em Caldas da Rainha, vai realizar-se um jantar de angariação de fundos a favor dos projectos da Delegação da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) - Apoio à família, Gabinete de Apoio Psicossocial, Gerações K, Equipas de emergência, Academia Sénior. O jantar custa 15 euros e tem bufet livre, animação musical, venda de Natal e leilão. Reservas pelo tlm. 960 008 033. A CVP é uma instituição humanitária, não governamental, de carácter voluntário, que desenvolve a sua actividade apoiada pelo Estado. Foi fundada em 1865 e tem desenvolvido a sua acção humanitária nas áreas do Socorro, Saúde, Acção Social e Educação. Encontra-se representada em todo o país (continente e ilhas), através de estruturas locais designadas por Delegações. Em Caldas da Rainha foi iniciado o processo de criação de uma Delegação (à época Núcleo da Delegação de Leiria) em Janeiro de 2002, tendo sido inaugurada oficialmente a 19 de Março de 2003 e desenvolvendo inicialmente a sua acção no âmbito da formação de socorrismo e das actividades da Juventude. Integra actualmente quatro estruturas principais de voluntariado com objectivos e projectos diferenciados: A Juventude, o Apoio à Família, as Equipas de Emergência e a Academia Sénior. Os voluntários desenvolvem o seu compromisso com a instituição através de uma acção orientada para a transformação social, regendo-se pelos 7 Princípios Fundamentais do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho: Humanidade, Imparcialidade, Neutralidade, Independência, Voluntariado, Unidade e Universalidade. A Juventude Cruz Vermelha Portuguesa (JCV) é o sector da CVP constituído por crianças, jovens e adultos de idades compreendidas entre os 8 e os 35 anos. A acção da JCV assenta na sensibilização, educação, participação, intervenção social com grupos infantis e juvenis em risco de conflito social, estruturada nas seguintes áreas de trabalho: Área de Intervenção para a Inclusão Social; Área de Promoção e Educação para a Saúde; Área de Educação Ambiental e Sustentabilidade; Área de Educação para o desenvolvimento e Cooperação Internacional. O objectivo geral da JCV é fomentar a participação de crianças e jovens nas actividades da instituição. Em Caldas da Rainha, a JCV constituiu durante alguns anos a maior força de voluntariado activo, tendo sido o motor impulsionador da actividade da Delegação. A JCV-Caldas da Rainha desenvolveu diversos projectos e actividades inseridos no seu âmbito de actuação e na política de Intervenção da Delegação, dos quais destacamos: a Campanha Europeia de Segurança Rodoviária cujo público-alvo foram crianças e jovens entre os 5 e os 25 anos; a Campanha Nacional de Prevenção dos Riscos de Exposição Solar destinada a crianças dos 5 aos 14 anos, o projecto Promoção de Hábitos Alimentares Saudáveis desenvolvido no Agrupamento de Escolas de Stª Catarina, o projecto Copos, Quem Decide és Tu, prevenção do alcoolismo juvenil com acções de sensibilização no Colégio Rainha D. Leonor e Escola Secundária Raúl Proença e o Projecto Improving Harm Reduction Strategies a Red Cross Aproach in Europe – formação de voluntários para a equipa Portuguesa em Paris e Roma com a participação de um elemento da Delegação. Em 2008 organizou na Escola de Sargentos do Exército a IV edição Escola de Verão da JCV, que contou com a participação de 70 voluntários que tiveram à sua disposição 5 seminários representativos das Áreas de Intervenção da JCV. Localmente, coordena um projecto de Acção Social aberto à comunidade, designado Gabinete de Apoio Psicossocial, que oferece consultas de psicologia e de orientação vocacional gratuitas para famílias sócio-economicamente carenciadas e a preços reduzidos para os restantes casos. Integrado no Gabinete de Apoio Psicossocial, foi também desenvolvido um projecto de Prevenção da Violência Escolar numa escola do 1.º ciclo do Ensino Básico de Caldas da Rainha. Os objectivos gerais deste projecto foram a análise sistemática da problemática da violência escolar e a intervenção concertada junto da escola, crianças e família. Desde Fevereiro de 2010 que implementou o projecto “Gerações K”, co-financiado pelo Instituto da Droga e Toxicodependência no âmbito do Programa de Respostas Integradas (PRI), tendo como objectivos principais desenvolver programas e acções de desenvolvimento de competências pessoais e sociais, de modo a deter ou retardar o uso e/ou abuso de substâncias psicoactivas lícitas ou ilícitas, nos grupos-alvo, envolver a comunidade do território de uma forma directa e sustentável no tempo de modo a que se constitua como agente de prevenção fundamental, implementar estratégias que permitam abordagens individualizadas de modo a que se promovam factores de protecção e que se reduzam ou anulem os factores de risco, a nível individual e familiar. Ainda neste âmbito assumiu o compromisso com a Comissão Europeia de contribuir para a campanha European Action On Drugs em 2011, dinamizando duas actividades: “Copos Quem Decide és Tu” e “Espaço Kontacto”. O Apoio à família assenta no princípio de que ser voluntário é colocar as suas qualidades técnicas e humanas ao serviço de equipas pluridisciplinares, com o intuito de promover a dignidade humana. Como grupo organizado, em Caldas da Rainha foi formalmente constituído em Setembro de 2009 e tem desenvolvido a sua actividade, principalmente, no âmbito do apoio a famílias carenciadas com encaminhamento para os diversos serviços. Em parceria com o Banco Alimentar do Oeste é entregue um cabaz mensal de alimentos não perecíveis e uma e entrega semanal de alimentos. Este projecto apoia neste momento 60 famílias, cerca de 200 utentes. As Equipas de Emergência iniciaram a sua actividade em Outubro de 2006 e estão vocacionadas para desenvolver a sua actuação no âmbito da prestação de socorro em situações de emergência (catástrofes naturais, incêndios, acidentes,...), de apoio a eventos desportivos e outros, nomeadamente o apoio ao Peregrino (móvel e fixo). Tem participado ao longo destes anos em diversas actividades, sendo de destacar as seguintes: Campanha Europeia de Segurança Rodoviária, Verão da Foz, Taça do Mundo de Pentatlo Moderno, Campeonato Nacional de Karate da FPKS, Posto de Socorros de Verão e jogos de futebol do Caldas Sport Clube. A Academia sénior iniciou a sua actividade em Maio de 2008 com o projecto designado “Clic Senior” clube de informática para seniores, cujo objectivo foi a criação de uma sala de informática para seniores, onde tem sido dada formação básica em informática na óptica do utilizador, especialmente na utilização da Internet e correio electrónico, com vista a combater o isolamento e a proporcionar uma melhor comunicação com familiares e amigos, criando um espaço facilitador de partilha de experiências. Este projecto foi apoiado pela Causa Maior. Em 2011 iniciou-se a actividade física num protocolo com o Clube Karate Shotokan de Caldas da Rainha num treino adaptado a pessoas com mais de 60 anos. A Academia Sénior conta neste momento com cerca de 70 utentes. Também no âmbito da Causa Maior foi implementado no concelho de Alcobaça um projecto de apoio aos seniores, cujo objectivo é o de permitir que os idosos que estão sozinhos vivam com mais tranquilidade e confiança. Foram instalados até ao momento 16 sistemas de Teleassistência com vista a prestar ajuda imediata a todo o tipo de emergência, contribuindo para um envelhecimento mais saudável nas respectivas residências. A Delegação tem ainda protocolo com o Instituto Politécnico de Leiria, para estágios de Licenciatura em Serviço Social, recebeu uma estagiária em 2010, e com o ISLA, estágios de Licenciatura e Mestrado em Psicologia, recebeu duas estagiárias em 2010.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar