Login  Recuperar
Password
  18 de Janeiro de 2022
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Sociedade, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Manifestação a favor da Linha do Oeste

07-12-2011 |

Manifestação a favor da Linha do Oeste
Manifestação a favor da Linha do Oeste
A primeira manifestação da comissão de utentes e da comissão de defesa da linha do Oeste poderia ter sido mais participada, mas mesmo assim foi bastante positiva pelas preocupações apresentadas pela população. O palco escolhido foi a porta da Estação de Caminhos de Ferro das Caldas da Rainha, onde compareceram mais pessoas dos concelhos do Bombarral, Torres Vedras, Alcobaça e Nazaré do que propriamente da cidade que acolheu a concentração. Estes factos não desmoralizaram a organização, que prometeu no final desta acção pacífica e vigiada pela polícia mais acções do género, mas em outros pontos da Linha do oeste, até que haja reversão da decisão de encerramento da linha. Os cerca de cem manifestantes entoaram palavras de ordem contra o que consideraram ser a destruição de empregos e o desenvolvimento da economia da região, numa faixa entre as Caldas da Rainha e a cidade da Figueira da Foz. Do protesto saíram críticas à CP pela falta de qualidade no serviço prestado naquela via, razão que estará na origem do número reduzido de passageiros. “Ao acabar com o serviço de passageiros o Governo está a destruir empregos e o desenvolvimento económico”, disse Rui Raposo, da Comissão de Defesa da Linha do Oeste. Concentrados simbolicamente em frente à estação da CP das Caldas da Rainha, e nas mãos desenhada simbolicamente a Linha do Oeste, reclamou-se pela manutenção dos comboios de passageiros entre Caldas da Rainha e Figueira da Foz, considerando que “o transporte rodoviário não é uma alternativa viável”, sobretudo devido ao aumento dos custos e do tempo de percurso. O protesto contou com a participação de elementos do Partido “Os Verdes”, PCP e Bloco de Esquerda e culminou com o apelo a que sejam criados grupos de protesto que participem nas acções que as duas comissões vão continuar a organizar. Isto porque, apesar de o Governo ter adiado a decisão de acabar com o comboio de passageiros até final do ano, “esta batalha não está ganha”, sublinhou Rui Raposo, para quem “a Linha do Oeste só tem viabilidade se for requalificada”, como a comissão de defesa tem reclamado nos últimos anos. Neste protesto foi notada a ausência de autarcas.   Carlos Barroso
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar