Login  Recuperar
Password
  18 de Janeiro de 2022
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Sociedade, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Mulher esfaqueada pelo filho

02-06-2011 |

Mulher esfaqueada pelo filho
Mulher esfaqueada pelo filho
Uma mulher de 74 anos ficou com ferimentos graves após ter sido esfaqueada pelo filho, de 34 anos, quando se encontrava no sofá a ver televisão, na sua casa, na Urbanização Cidade Nova, nas Caldas da Rainha, ao final da manhã da passada quarta-feira. A vítima sofreu um golpe profundo na base do pescoço e no lobo superior do pulmão, e foi transportada numa ambulância do INEM em “situação crítica” para as Urgências do Centro Hospitalar Oeste Norte e, depois de intervencionada para reparação da carótida superior, foi transferida ao final da tarde de helicóptero para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa. O homem foi detido pela PSP e entregue à Polícia Judiciária de Leiria, para depois ser presente a tribunal, , que decretou prisão preventiva em Leiria, para posterior avaliação psicológica. Faltavam cerca de quinze minutos para o meio-dia quando os vizinhos de Maria Helena Viçoso ouviram a idosa a pedir socorro. Primeiro na varanda e depois nas escadas, onde foi amparada por moradores do nº 16 da Rua Perth Amboy. “Estava cheia de sangue”, recorda uma das vizinhas. Dentro de casa ficava o agressor, o filho, Pedro Miguel, que quando chegaram as autoridades policiais não ofereceu resistência. Antes, tinha tido tempo de atirar para o jardim em redor da casa a faca de cozinha, com lâmina de cerca de dez centímetros, que usara para atingir a mãe. De acordo com o marido da vítima, José Francisco, o filho “tinha tendências agressivas e sofria de alguns distúrbios mentais, mas sempre recusou receber tratamento ou ser internado”. Vivia com os pais desde Julho do ano passado e “há quatro meses que não saía de casa e a rotina era comer e ir para o quarto ver televisão, daí que já pesasse cerca de 150 quilos”. “Até na comida era esquisito. Todos os dias tinha de lhe ir comprar frango com batatas fritas, porque era a única coisa que comia. O resto dizia que estava insonso ou salgado. Vivia à custa do orçamento dos pais”, relatou José Francisco, que estava ausente aquando da agressão, precisamente porque tinha demorado mais tempo à procura de frango assado nos supermercados da cidade. “Mas se eu estivesse cá, acontecia-me o mesmo”, desabafou. Francisco Gomes (texto) Carlos Barroso (fotos)
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar